domingo, 17 de fevereiro de 2008

Território incerto


O que sabe o homem do coração? Sabe que o tem porque o sente bater no peito insistentemente. Mais nada sabe. Pode conhecer suas particularidades biológicas, suas doenças, seu ritmo. Mais nada sabe.

Diz-se do coração a sede dos sentimentos, das emoções. Sabe o homem dessas proporções? Não é como tomar o vinho e saber o quanto se precisa para embriagar. Trata-se de gotas diárias ou torrentes diárias. Uma gota pode surgir de forma espontânea ou demorar anos. Pode surgir com um acalento ou com um simples dar de mãos.

Coração é órgão mágico, tem seus truques. E dele brota todo tipo de ilusionismo. Sentimento é território incerto. Morre-se de amores num dia, no outro torna-se a morrer de decepção. Coração cheio extravasa, tem sua vazão: sai como pingos doces. Que poder têm esses pingos! Levam, como numa enxurrada, todo o acúmulo de emoções descontroladas, torna a alma mais leve, o coração mais brando, dá sono aos que precisam de refrigério.

Coração deve ser bem cuidado, como um jardim de flores diversas. Quando não cuidado, desfalece, perde o colorido, o encanto. O homem que não rega seu jardim não conhece as borboletas, nem as lagartas. “Para poder ver a borboleta, antes de tudo, deve-se suportar a lagarta” (*).

Em meio a tanto desencontro de emoções, vazão de sentimentos, instabilidade, não há nada que se compara ao encontro de dois jardins. Um torna-se extensão do outro e tudo transforma em um eterno aventurar-se no terreno alheio.

Ainda resta essa vontade de descobrir o truque. Mas no fundo, todos sabem que, uma vez conhecido o truque, perde-se o sentido da mágica. E depois disso, perde-se um rol de coisas que nem quero saber.

(*) Paráfrase de O pequeno príncipe.


Agradeço á Jú Caribé pelo selo:

Passo para:
Maria Fernanda do blog Drapetomania.
Andréia do blog Relatos de uma guerra pessoal.
Alê do blog Namastê.
Bárbara do blog Reflexos e Reflexões.


9 comentários:

Mr. Ziggy disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Mr. Ziggy disse...

Acima do coração, encontra-se o espírito. A Bíblia nos ensina que o coração é enganoso, daí entra seu caráter instável, incerto, que muitas vezes faz com que sintamos coisas ruins ou falsamente boas e dessa forma pequemos.

Por isso devemos nos ligar ao que é do espírito, que a partir daí o coração responderá sem incertezas, meso estando propenso a elas.

Matutei aqui, mano, mas entendi. Abraços!

J.S. disse...

Muitas vezes chego a dizer que o que quero é descobrir o 'truque'...mas, lá no fundo, eu sei que nos momentos que digo isso é porque tô cansada de só ver largatas...e também sei que não suportaria ficar sem me 'aventurar em terrenos alheios'!

p.s.:O que aconteceu com você e o cofre?? conseguiu trancá-lo de vez ou decidiu deixá-lo aberto??

Um abraço, menino!

R Lima disse...

O coração é uma terra vasta de puro sentimento. Nele ancoramos todos os nossos desejos e por ele somos comandados.

Que força tem tão sábio músculo?

Tb escrevi sobre ele num posto lá no AveSSo..

Veja:

http://oavessodavida.blogspot.com/2008/02/corao.html



Abçs,


Texto de hoje: AmiZadE...

Visite e Comente... http://oavessodavida.blogspot.com/

O AveSSo dA ViDa - um blog onde os relatos são fictícios e, por vezes, bem reais...

Madame Guarda-Chuva disse...

O coração sempre sabe o que esperar.

Juliana Caribé disse...

Pois não queira entender mais que o necessário. Nos assuntos do coração, basta sentir...

Beijos.

Bárbara Matias disse...

Muito obrigada por mais um selo!!! AÊ!!!

E de tão misterioso nos provoaca arrepios... não é isso o coração?? Um mistério??

Se o nosso o é para nós... quem diria o do outro....

Bjks!

Rose disse...

Ah esse território tão incerto, tão delicado, tão poderoso...tão, tão vital!

Voltei para ler mais
beijoo

Flavinha disse...

Coração é assim, sempre a um passo de.

E parabéns pelos presentes!

Beijos!