quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Décimo andar


Quatro, três, dois, um! E virou-se o ano. Fogos jogados num céu escuro, colorindo uma noite cinzenta. Apitos e barulho. Muito barulho. Podia ouvir os vizinhos do primeiro andar, mesmo ele estando no décimo.


A vida seria bonita dali pra frente. Ano novo, vida nova. Não era esse o clichê de sempre? Fazer caridade, escrever um livro, plantar uma árvore, comprar uma agenda. Um encher de itens, um fôlego de coragem, um gosto de esperança inigualável. O que era aquilo? Ares de um ano que chegava? Poderia muito bem ser o álcool do champanhe.


O mundo era todo festa. Ele, sozinho, no décimo andar. Debruçado na janela, via os fogos. Nunca gostou de fogos. Eram bonitos, mas se estilhaçavam. E coisas que estilhaçam, morrem. Nada mais incoerente. No ano novo, as pessoas tinham que plantar roseiras. Fazer nascer. Eis o espírito.


E os fogos tampavam as estrelas. Que, cá pra nós, sempre tiveram um charme maior nas noites de reveillon. Ele olhava cada ponto luminoso e ás vezes chorava. Estrelas sempre lhe fizeram chorar; e isso soava tão cafona! Se pudesse escolher, brilharia ao invés de ser. Mais simples. Mais belo.


Fechou a janela. O ano nascia lá fora. Dentro dele, ficava. Festejar o que lá? As pessoas se enganam. Ficassem quietas, descobririam que o novo é um velho nascido outra vez. Deitou o corpo no sofá e fechou os olhos. Não quis ver o ano acabar de nascer. Barulho demais o irritava.


Virou pro canto. Dormiu.



* E em janeiro eu volto! Boas festas a todos vocês.


30 comentários:

Rafael disse...

Esse mix de clichê e inovação é a corrente literária do nosso tempo, eu acredito.

(ou talvez esse lance tenha estado aí pra sempre!)

Luciana Brito disse...

*.*

Ai que legal esse post!!

Esperança, bondade (quando há!), desejos e felicidade passageiras na época das "festas" de final de ano.

"Estrelas sempre o fizeram chorar"... máximo, ótimo trecho. E nem é cafona ^^

"O novo é um velho nascido outra vez"... isso me lembra Nietzche.

Beijo!

maa.rcela disse...

realizaçoes de ano novo são inúteis.. pra que deixar pro fim do ano pra idealizar algo que voce pode começar agora.. sem contar com o fato de que quase ninguém segue mesmo com as realizaçoes :/
adorei o texto, adorei as emoçoes dele!
baaci .

Nanda disse...

Pra mim era, o Natal nada mais é do que uma desculpa pra não brigar com minha familia e o Reveillon, outra pra encher a cara.
Mas isso quando eu tinha 15 anos e era rebelde.
Melhorei, não brigomais com a familia, encho a cara sempre que quizer, *experimente meu café com vodka, amor*, e volto pra casa, só, as 6 da manhã quase sempre.
Que significado meu Natal terá esse ano?

:s


Mil beijos, Boa viajem, divirta-se!

Amo isso aqui! s2

Mai disse...

Pois.
A alegria, é hoje!
Festejar o quê?
A VIDA, não?

Poeta, és um homem raro.

Te admiro, imenso!


Carinho, sempre.

Feliz Natal!

Vanessa disse...

O virou pro lado e dormiu salvou todos os clichês. Mas acho que somos mesmo muito clichês e não conseguimos escapar deles.

Um feliz natal e excelente 2009 pra vc tb , adorei conhecer seu blog este ano.

abraço

ALF disse...

Nunca gostei dessa época...
O mundo vive uma tremenda ilusão.

Tempode ser feliz, de ser solidário, ser melhor e mais humano.

Pra mim todo dia é tempo de ser assim...

Ficou belo meu grande amigo.
Com sutilza sabes criticar.

Grande abraço.

ps: Antes de ir passa no blog. Tem homenagem à nossa amiga Carol. E volta logo. Apesar de que janeiro eu que estarei de férias de blog hehehe

Abraço
se cuida e desejo dias melhores.
:)

Nina Vieira disse...

Gostei, boa forma de despedida. Naqo acho que um escritor tira ferias, mas em janeiro nos vemos. Beijo.

caicko disse...

E o mundo-feto germina, tá quase nascendo de novo e trazendo seu choro-vivência. E cabe a nós mais labuta, mas sorriso e paciência. Boas Festas amigo... e que em 2009 esse seu talento e inspiração continue nos trazendo coisas boas. Abração.

tossan disse...

Gostei muito do teu texto. Abraço

Jaya disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Luifel disse...

Rapaz,

Dezembro já teve muito encanto pra mim, e atualmente eu ando meio desiludido como o personagem do seu conto. Confesso que já me irritam os fogos de reveillon, e toda aquela balburdia de fim de ano, principalmente aq em sampa, onde Natal e Reveillon virou sinonimo de bebedeira, festança e balburdia...

Achou q tou meio chato!

Abção e Boas Festas!

*Renata disse...

Desculpe o sumiço Felipe!

Recebi a seguinte mensagem de final de ano, e gostaria de repassar a você, já que seu texto foi sobre o Ano Novo.

"Depois das 0 horas vira o Ano Novo, o engraçado é que (teoricamente) continua tudo igual.

Ainda seremos os mesmos, teremos os mesmos amigos, alguns o mesmo emprego, o mesmo parceiro(a). A sutil diferença é que quando o relógio nos avisar que é meia-noite do dia 31 de dezembro, teremos um ano inteiro pela frente.

Uma página em branco esperando pelo que iremos escrever. Um ano para começarmos o que ainda tivemos força de vontade, coragem ou fé de fazer. Um ano para perdoar os erros. 365 dias para fazermos o que quisermos.

Sempre há uma escolha.

Desejo que sorriam o máximo que puderem, cantem aquilo que quiserem, abraçem bem apertado.

Agradeçam suas escolhas pois, certas ou não, elas são suas e ninguém pode ou deve questioná-las.

Agradeço aos amigos que tenho, os que me acompanham faz muito tempo, os que fiz esse ano, os que escrevo pouco mas lembro muito, os que moram longe e não vejo tanto quanto gostaria, os que moram perto e vejo sempre.

(...)"

Feliz 2009 querido!

Que possamos continuar nos comunicando via blogosfera e compartilhar nossos textos e sentimentos.

Abração!

Tamires ________ disse...

Felipe, !
Sei que estive em falta por aqui...
Mas li o que estava em atraso, e só posso dizer que me admiro, sempre. Parabéns pelas palavras, muitas vezes musicadas, viu?

Esse último, me fez refletir...
Dvo admitir que faço parte desse gpo, que vê dezembro com outros olhos, que deseja outra realidade...
minha esperança nunca morre... mesmo sendo um " novo é um velho nascido outra vez "....

Continuo tentando, mas buscando omelhor de mim, sempre!

Beijos pra vc!

Avassaladora disse...

\huummm...!
Adorei o texto!
Bonito e triste ao mesmo tempo..
Como o Natal...

Boas festas!

Beijos

Avassaladora disse...

\huummm...!
Adorei o texto!
Bonito e triste ao mesmo tempo..
Como o Natal...

Boas festas!

Beijos

Gabriela M. disse...

porque todo mundo dá o fora no fim de ano?

blogueiro tbm tira férias....

beijo.

thaty nardelli disse...

'As pessoas se enganam. Ficassem quietas, descobririam que o novo é um velho nascido outra vez.'

Há uma necessidade ímpar, em ter o que se comemorar. Poderiam então, deixar que os dias sejam apenas dias ...

Adorei o texto! Essa rima de poses, e sentimentos 'clichês' ...

Um super abraço cheio de cores!
=)

Kundalini disse...

Melhor dormir...

Tradições são as piores repetições.

^^

Flá. disse...

Ótima virada de ano pra vc, Filipe!
Fica com Deus, renove os votos com Ele, busque suas prioridades...um ótimo jeito de começar 2009.
Grande abraço, :*
Flá.

Bárbara Matias disse...

"Ficassem quietas, descobririam que o novo é um velho nascido outra vez."

Pegou no ponto! Adorei essa frase!!!

Gostei demais desse texto e me identifiquei um pouco com esse alguém q sofreu mtas decepções para acreditar em flores. Que prefere a simplicidade cumprida e real do que um estardalhaço que ilusório.

Boas festas pra vc!!
Bjim!

ALF disse...

Passando pra desejar boas festas de fim de ano pra ti meu amigo. E desejar um 2009 repleto de muita alegria, renovação, conquistas, aprendizados e muita paz e amor.

Grande abraço.
Até mais
;)

disse...

é engraçado o sentimos (ou pelo menos hehe) qnd está perto do reveillon. É uma esperança de fazer td melhor, uma segunda chance.

Ao contrário, quero muito barulho =)

Juh... disse...

foi muito bom descobrir esse cantinho em 2008...adoro tudo aki
cada uma de suas palavras doces me faz sorrir
que venham outros excelentes textos em 2009 e que seu dom seja a cada dia aprimorado
Feliz 2009
bjs

Camilla disse...

"Sim, as estrelas, elas sempre me fazem rir!"

Também tenho esse sentimento na época de fim de ano. Nunca entendi o porque!

Que 2009 chegue trazendo com ele mta força para vivê-lo!

Bjos, Filipe

alex e! disse...

..."o novo é um velho nascido outra vez". Tô aqui pensando e repensando nisso e realmente tenho de concordar. A nossa perspectiva é que muitas vezes turva as coisas e, nesse momento de virada, acabamos nos excedendo. A sua frase me fez lembrar de que tudo permanece, tudo continua... é tudo apenas uma nova versão do mesmo. Será? também não sei se certezas desse tipo levam a algum lugar... Enfim, estou de volta e contente por saber que mais um dos lugares que visitava ainda estão por aqui (e são poucos viu...). Um feliz 2009 pra ti e até a volta... =D

Tiago Torigoe disse...

Feliz ano novo pra vc meu brother!!!

td de bo pra nós blogueiros em 2009

tem post comemorativo lá no meu blog, passa pra dar uma conferida?

falowz!

Fabrício Persan disse...

"É dentro de vc que o Ano Novo cochila e espera desde sempre."

seu escrito me fez lembrar deste verso de Drummond.
Sobre a quietude de voltar-se pra dentro.

ótimo 2009. =D

Laysla Fontes. disse...

Admirável, Felipe! É de uma serenidade o que você escreve ...

Um beijo, feliz ano novo!

Angelos Theou disse...

Ola....faz um tempinho q ando lendo teu blog...
q por sinal bastante interessante,vc escreve muito bem....
Parabens!!

Abraços

Karline FOntinele!
angelostheou.blogspot.com