domingo, 11 de maio de 2008

A mágica


Lembra quando você me ensinou sobre as estrelas? Eu dizia que era uma bobeira isso de astrologia e que contar estrelas dava verruga. Foi quando você buscou a minha mão e me instigou a olhar pro céu. Lembro bem que fazia frio e você apertava meus dedos ao mesmo tempo em que sorria enternecida com suas amigas piscando em cima de nós. Você me falou das três Marias que compõe o cinturão de Órion. E eu, bobo, não via nem Marias nem Órion.

De repente, como se toda a constelação fosse um carrossel gigante, o céu pôs-se a girar. Você olhou pra mim como quem diz “Viu? Não te falei que mágica existe?” e apertou ainda mais a minha mão. Seu corpo balançava assim meio tímido e eu até escutei essa canção que a embalava. No momento em que você me puxou para mais perto, abracei suas costas e fechei os olhos. Você deve ter falado algumas palavras encantadas e o chão se abriu debaixo dos nossos pés. A queda foi brusca e tive medo de abrir os olhos. Você apenas sussurrou para que eu abrisse minhas asas. E eu ri. Ri da sua piada de mal gosto. E me agarrei ainda mais forte em você.

Ante a minha inércia, você entendeu que meu coração estava fechado pra qualquer fantasia e abriu suas próprias asas. Foi quando senti a tranqüilidade de volta. Abri os olhos e você já pousava no mesmo lugar. Com os pés no chão, você começou a rir da minha cara de espanto e disse que eu nem percebi que sua saia havia ficado presa, por alguns segundos, num carvalho. Então você tirou um espelho da sua bolsa, ajeitou o cabelo e retocou o batom. Achei a maior graça. Você se achando tão esperta e nem se deu conta que descobri seu segredo. Ao retirar o espelho da sua bolsa, vi sua varinha de condão.

Mas isso eu não conto pra ninguém não. Quem acreditaria numa história dessas?

33 comentários:

a clara menina Clara disse...

eu!

Juliana Caribé disse...

Eu também acredito!

Beijos.

Nathalia Alves Vanderlei disse...

Meu coração acredita.
;D

Beijo, Filipe.

Rose disse...

Que delícia de história!!
Quem poderia duvidar de tanta pureza na alma?
beijos

:: Daniel :: disse...

Eu tb acredito, meu caro.

Abração!

Rafael Dias disse...

Ótimo, cara!
gostei de como vc expressou a mágica!

Abração!

Leila Saads disse...

O amor é uma mágica e tanto, carrossel de sonhos...


Muito bonitoo texto, Filipe!


=*

Gabriela disse...

nós acreditamos...


P.S.:
Todo mundo me chama de Gabi, por que você só me chama de Gabriela?

;)

Gabriela disse...

nós acreditamos...


P.S.:
Todo mundo me chama de Gabi, por que você só me chama de Gabriela?

;)

Nanita disse...

Eu acredito,.

Pois existe sim mágia, pena que a maioria de nos quando cresce esquece desse pequeno detalhe!

Adorei o texto.


:*

Maria Fernanda disse...

feliz dos que acreditam, ou, não tem medo de acreditar.

imnotinsane disse...

Um texto mesmo mágico, adorei, amei... ***

Jaya disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flávia disse...

Filipe, que lindo o teu texto... li sorrindo, do início ao fim... com a leveza dos que se sentem tocados pela tal varinha de condão - não das fadinhas disfarçadas de gente amiga de estrelas, mas de gente que sabe fazer a mágica de transformar palavras em um mundo de sensações encantadas. Há tempos não lia nada tão mágico.

Obrigada pela visita que me fez - e por ter deixado um comentário e, com isso, me dado a chance de conhecer seu espaço. Virei fã e vou levar seu link comigo, para não perdê-lo de vista.

Beijos, moço talentoso.

P.S.: Tenho o vício incorrigível da música full time. Enquanto lia seu texto, ouvia um CD de uma banda que descobri há pouco tempo, chamada Beirut. A música, Postcards From Italy, tem muito desse clima mágico e lúdico que vc descreveu. Se puder, não deixe de ouvir. Beijo outro :))

alex e! disse...

...olá, caríssimo Filipe. Olha, não posso dizer que acredito, mas que gostaria muito de poder acreditar. De acreditar, como Pollyanna, que em tudo existe um lado bom, ao invés de sempre enxergar o lado ruim, e também de achar que existe uma fada pronta a brilhar pra mim e me levar tão longe, tanto que chegue à Neverland. Basta acreditar. Ou basta querer. Será que é simples assim? Não sei, apenas que esse texto me fez querer ser mais simples... Um abraço...

alex e! disse...

...outra coisa: já tá sabendo que a Cris (do "Dominus") deixou o blog? Não sei por quanto tempo, nem mesmo se é uma decisão definitiva, massssss tô triste......

Natacha. disse...

eu acredito mais ou menos, lá no fundo eu acredito, mas quero ser ridicula e dizer que não acredito.
MULHERES!

aiai, é só o que digo.

Natacha. disse...

PS: li esse texto com uma música TÃO adequada, e foi acidente.
Experimenta aí:
The cure - just like heaven

combinação perfeita!

NANDO DAMÁZIO disse...

Juro que se você me contasse eu acreditaria sim .. Aliás, você contou, e eu acredito ..
Sim, porque sei que a mágica existe, e que as fadas são filhas da natureza, assim como nós !!
Abraço, Filipe !!

Camilinha disse...

ah... adoro observar as estrelas. já tentei contar um milhão de vezes e sempre perco a conta para poder começar tudo de novo...rs

eu acredito na sua história!!!
quem não acredita que é besta...

beijos daqui...

... disse...

Oi, Filipe!

Olha, faço questão de acreditar nessa história porque imaginá-la é algo bonito demais, bonito ao ponto de querer isso tudo na realidade!

São lindos os seus textos e essa sua sensibilidade nas palavras! Parabéns! :)

Um beijo!

Lucas disse...

eu vi a cena acontecendo... mas já era de se imaginar.
É difícil um dom fugir daquele que o merece.

Flá. disse...

Ah, tinha tempo que não passava por aqui. Quando li o texto, automaticamente me puni por esta falta. :)
Escreve muito bem mesmo.

Um grande abraço, Felipe. Dá um abraço na minha irmã qdo ver ela haha ;*

Camilla disse...

Mágica é o que você consegue transmitir aos leitores através das suas palavras, desses textos tão singelos, tão belos.

A mágica está em tudo, a própria vida é uma mágica, e se deixarmos a mesma perder o encanto, não vale mais a pena viver.

=)

... disse...

Oi, Filipe! Já te linkei também! Bons blogs não devemos deixar passar e o seu canto é realmente muito agradável! :)

Uhm, vc passou longe! Sou Enfermeira, embora tenha uma queda absurda por "Law & Order"! hahaha


Beijos todos!

Nadja Reis disse...

Lindo blog! =)

Laysla Fontes. disse...

Ah, que texto lindo, Filipe! :)

Se eu não vivesse algo tão semelhante a essa mágica a qual você se referiu, talvez eu não acreditasse mesmo! Mas, por sorte, acredito fielmente!

Abraço! Volto mais vezes!

Mony disse...

Oie

Historia simples com uma delicadeza surreal

" Que a mágica faça parte da vida de cade um, pois assim conseguiremos acreditar em sentimentos sureais e viver experiência inexplicáveis"

Adoreiii
to fazendo uma visita...
beijos

Mary West disse...

Oh minha nossa q belo belo belo texto. Encantei-me e agora pretendo igualmente achar um parceiro que me dê condições de sonhar. ;)

Flávia disse...

Moço, deixei um presente pra vc lá no blog.

Beijão!

Paulo Vilmar disse...

Filipe!
Li sem respirar, acho até que voei um pouquinho!
Abraços!

Andréia disse...

eu acredito desconfiando que no fim é como não acreditar.

beijos

Ana disse...

Não só acredito como vivencio mágicas maravilhosas no meu dia. O culpado? O amor, é claro...
Suave seu texto, uma mágica para os meus sentidos.
Beijo!